Zenaldo Coutinho não é o pior prefeito de Belém

Uma mentira repetida toma força da verdade. Repetiram, Zenaldo é o pior prefeito de Belém, e isso vem se tornando verdade e facilitando com que os piores políticos paraenses virem mocinhos.

A frase foi criada e repetida por todos os adversários do prefeito, com seus meios de comunicação sustentados com verbas públicas e esse é o objetivo político de quem repete a frase, frase fácil de ganhar força frente a realidades históricas existentes na cidade.

Quem anda em ônibus em Belém, uma porcaria de serviço público, ao ouvir a frase, em meio ao calor, não tem como reagir ao contrário. Sem sabe explicar porque a ganância fala mais alto que o interesse público, fica muito mais cômodo encontrar o culpado mais próximo e bem preparado pela repetição de mentiras.

Porém essa história vem de longe e não foi criada pelo Zenaldo Coutinho.

Ao contrário, Zenaldo, como relator da Lei Orgânica do Município de Belém, enfrentou, junto com a bancada do PT, PPS, PCdoB, PDT, a ganância dos empresário e permitiu a aprovação do avançado Capitulo de Transporte, que, se fosse implantado, mudaria definitivamente a qualidade e eficiência desse serviço público essencial.

Os empresários de empresas de transporte público nunca tiveram compromisso com a cidade e sempre sobreviveram com apoio político, seja de vereadores, do próprio prefeito, até do Judiciário e e de membros do Ministério Público, que aderem as teses de direito adquirido. Com toda essa força, mesmo derrotados na Lei Orgânica, eles boicotaram a implantação da lei, não permitindo que seus contratos perdessem a validade ou embarreirando as várias tentativas de licitações.

O Fernando Carneiro, vereador que apresentou o projeto de ar condicionado para fazer media e jogar para plateia, foi, no governo do Prefeito Edmilson (é bom lembrar que Edmilson Rodrigues já governo Belém por oito anos) diretor da CTBEL, não fez nada para implantar as regras novas prevista na Lei Orgânica. Sua sucessora, Cristina Bandini, se abraçou com os empresários e entregou a eles o domino da cidade.

Duciomar, trouxe o BRT por exigência do plano de Lula para copa, mas não tinha qualquer compromisso com o lado público desse sistema. A ideia era entregar tudo na mão do Barata, da Belém Rio, a mesma família metida em escândalos de transporte no governo de Sergio Cabral, no Rio de Janeiro, governo apoiado pelo PT, que hoje integra a chapa de Edmilson Rodrigues. Não custa lembrar que Duciomar era aliado do PT e de Lula, de quem recebeu tratamento vip nos anos que governou Belém.

O sistema BRT, quando implantado como um sistema de transporte interligado e intermodal, funciona, sendo capaz de fornecer eficiência, pontualidade e o melhor custo benefício entre o tradicional ônibus e o moderno metrô. A sua implantação e funcionamento dá transparência e permite maior controle do poder concedente e da população. Tudo, incluindo a receita e as despesas, passam a ser monitorado e controlado por sistemas autônomos e auditáveis. Pelo sistema BRT é possível saber o número de passageiro dia, a rotina de deslocamento na cidade, os pontos de concentração de pessoas e muitos outros dados que, permitirão ao operador, o aperfeiçoamento constante em favor da qualidade e conforto do passageiro, sem, contudo, alterar preço.

O que os empresários atuais não aceitam é exatamente perder o controle, permitir a transparência, entregar as informações sobre seus reais ganhos em cima da influência. Abrir a caixa preta é o nó górdio desta disputa, que ainda se entenderá por muito tempo e dependendo do resultado eleitoral, com eles no comando.

A cidade, independente de partido ou de ideologia, precisa tomar a bandeira do BRT e exigir sua implantação, doa a quem doer.

Sejamos justo, Zenaldo vem lutando para desfazer as bombas engatilhadas e impor o sistema BRT, e quem o apoiou?

A cidade precisa saber da verdade sobre os reais motivos por trás da má-gestão do serviço de transporte público em Belém. A nossa imprensa alternativa deveria ajudar nessa missão e levantar o tapete.

Thiago Araújo tem compromisso em dar seguimento a luta feita por Zenaldo para concluir o BRT. Priante e Edmilson teriam força para impor a eles que deixem de boicotar o BRT? Eu duvido. Priante teria disposição ou mesmo isenção para enfrentar os empresários deste setor? O MDB, historicamente, desde da época do dr. Augusto Nogueira, é aliado dos empresários de ônibus, herdou este compromisso de Alacid Nunes. Edmilson já teve a oportunidade e não fez.

Deixo aqui o debate. Mas não venham com ataques sem provas que mando um petardo, porque essa história eu conheço bem?

4 comentários em “Zenaldo Coutinho não é o pior prefeito de Belém

  1. Engraçado que passou edpotoca e dulciomar que desviou dinheiro do BRT e nunca fizeram nada de importante em Belém , lava tua boca pra falar do nosso prefeito zenaldo coutinho, ele fez ,ele faz, atuou em todos os S saneamento ,saúde nas upas onde antes era 01 upa ,hj são 5, hospitais que recebeu sucateados ,hj reformadas e modernizado,educação reformou e climatizou 131 escolas ,lazer praças construídas e revitalizados entregue a população , moradia dos viver em toda Belém , pavimentação asfáltica ,e muito mais , um dos melhores prefeito dos últimos tempos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s