O povo Tembé pede justiça em Capitão Poço

O povo Tembé pede justiça para a memória do guerreiro Isack Tembé, assassinado por PMs, a mando de poderosos de Capitão Poço.

O assassinato de Isack se soma ao de Navalhada e dos jovens executados e encontrados com as mãos amarradas dentro de um ônibus.

Quem conhece a cidade suspeita de onde procede a milícia paga e os contratantes do sindicato que se formou para executar inocentes na Cidade.

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal, em face dos indígenas e da proteção federal devem entrar no caso urgentemente.

A Polícia do Governador Helder Barbalho, porém, se quiser, chegará aos autores de tamanha violência muito rápido, sem precisar da genialidade dedutiva de Sherlock Holmes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s