Sindicato dos Professores fecha escolas e professores passam fome

A Justiça do Trabalho proibiu, a pedido do Sindicato dos Professores, a volta as aulas na rede de escolas privadas.
A princípio, parece ser a medida mais correta, porém, foca apenas em um lado da moeda. Os professores e proprietários de estabelecimentos de ensino privado estão amargando prejuízos graves com as escolas e cursinhos fechados.


Não falo nem das grandes redes, meu foco vai para pequenos estabelecimentos, cujo proprietário ou a proprietária são professores e atendem um público especifico de bairro.


Estas pessoas só tem esta renda e o nível de inadimplência e matrículas trancadas é insuportável. O pior é que até a presente data não receberam qualquer auxilio de programas oficias.

As escolas públicas estão fechadas, mas os profissionais estão com salários em dia, os alunos recebendo o auxilio alimentação e a Seduc disponibilizando meios para aulas on line. O mesmo não acontece com os estabelecimentos privados de pequeno e médio porte.


O Sindicato, dizem os professores, não apareceu nestes quase dois anos para lutar pelos reais interesses da categoria, mas aparece agora com uma ação trabalhista que não resolve suas vidas, lhes restituindo parte da renda perdida.


O professores aguardam que o Sindicato apele ao Governo para criar uma linha de auxilio especifica para atendê-los nestes tempos difíceis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s