Hoje era dia de fechar o Lixão de Marituba

Hoje o Lixão de Marituba deveria ser fechado e a área restaurada ambientalmente, com as lagoas de chorume sendo esgotadas e o líquido percolado tratado por osmose reversa conforme o projeto previa.

Mas isso não vai acontecer.

O prazo estabelecido judicialmente não foi obedecido. Os prefeitos descumpriram a decisão judicial. O Desembargador ao invés de puni-los, premiou a todos, incluindo a empresa e puniu a população de Marituba, prorrogando o fechamento até 2023.

O local não suporta mais lixo e nem produção de chorume. O povo não aguenta o fedor. Os animas da Revis estão incomodados.

O Desembargador, com sua prorrogação, fez algo inédito, obrigou o órgão licenciador prorrogar uma licença ambiental irregular.

O pior de tudo, a prorrogação não está acompanhada de soluções baseadas na Política Nacional de Resíduos Sólidos. Na Lei Federal n.° 12.305/2010, por isso, corremos o risco de 2023 termos mais uma prorrogação.

A sociedade maritubense tem o dever de gritar pelo seu futuro e não aceitar pacificamente a continuidade de um Lixão em seu território.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s