Navalhada e Capitão Poço esperam há um ano por Justiça

O senhor da foto chamava-se “Navalhada”. Radialista, ex-policial aposentado, morador de Capitão Poço, Pará.

Navalhada foi executado covardemente, a tiros, no dia 22 de novembro, e isso já faz um ano, sem que a Justiça puna os mandantes e assassinos.

Navalhada foi morto, provavelmente por motivação política.

O Radialista, era uma voz que incomodava os poderosos corruptos e
mal-feitores da região. Denunciava e cobrava, em nome da sociedade justiça. Justiça que seus parentes, amigos e concidadãos reclamam e não tem.

O município de Capitão Poço conta com um política poderoso, Antônio Tonheiro, vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado. Tonheiro tem a chave do poder. Fala com o governador Helder Barbalho, do qual é aliado, a qualquer hora.

Pode, se quiser, convocar o delegado geral, o procurador geral e o corregedor de justiça para se explicar diante de tanta omissão.

Senhor Tonheiro, será que já não é chegada a hora de você fazer o que todos de Capitão Poço esperam de você para solucionar o caso ”Navalhada” e tantas outras execuções que se sucederem após as sua morte? Faça isso, Tonheiro, seu silêncio, sua não resposta está despertando boatos que não são bons.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s