Quando o fogo da vaidade consome o futuro

O churrasco de costelão e o incêndio que consumiu o prédio da Prefeitura de Parauapebas são exemplos de como os recurso das futuras gerações estão sendo geridos pela geração atual.

As receitas dos municípios mineradores são compostas por recurso naturais esgotáveis. O dinheiro da arrecadação de royalties e outros impostos crescem na medida que crescem as exportação do minério extraído do solo e exportado em grande quantidades.

O recurso natural se esgotaram em alguns anos, dependendo do volume e da tecnologia empregada para extraí-lo.

As próximas gerações, quando chegarem a existir, já não contarão com essa receita, mas é certo que esperam usufruí dos bens construídos hoje e custeados pelo dinheiro obtido com o mineral, que também a eles pertencem.

Mas ao contrário do que se espera, as administrações municipais, responsáveis por salvaguardar os interesses futuros, estão dilapidando no presente um patrimônio que não lhes pertence.

A vaidade em usar as receitas municipais para ser popular e conquistar poder é um dos elementos que leva a Administração gastar fortunas em festas, churrascos, negligenciar a manutenção de próprios públicos, inflar a folha de pagamento, distribuir benefícios aos vereadores.

Um churrasco de costelão que não precisa ser feito e um incêndio que poderia ser evitado são apenas dois exemplos do que não deveria acontecer e ser financiado com os recursos que não pertence a atual geração.

Durante o curso de MBA em Direito Ambiental pela FGV, debater o viés geracional do meio ambiente, conforme se extraí do art. 225 da Constituição Federal de 1988 foi o objeto do meu estudo e da tese de conclusão do curso, documento que deixo aqui para o seu conhecimento.

Nele, se você se interessar e quiser somar na busca de solução, apresento proposta que podem ser melhorada, mas que significam uma passo na direção certa de atender as gerações futuras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s