Dossiês, fichamentos e perseguições políticos em tempo de democracia

A jornalista paraense Marcia Freitas, teve acesso a sua ficha preparada pelo SNI no período da Ditadura Militar. Estava fichada e isso impediria que tivesse acesso a cargos públicos e vantagens se fosse servidora.

A publicação deste documento de um período triste da nossa história é muito significativo e importante para que os jovens, que nada viveram ou sofreram, mas que hoje são instigados a fazer pouco caso, aprenda com a lição da história e lutem para que os erros do passado não se repitam no presente.

O momento da divulgação da ficha não podia ser outro. O Ministério da Justiça foi flagrado, em plena democracia, produzindo um dossiê de servidores públicos federais nos mesmo moldes do mau exemplo estampado no fichamento de Marcia Freitas.

O Ministro da Justiça tentou amenizar, mas a imprensa revelou que estavam fazendo relatórios com o nome de mais de 600 servidores federais, com fotos e detalhes de publicações em redes sociais, contrários aos fascismo e defesa da democracia.

Ditadura tem que acabar e dossiê de adversários políticos ferem os diretos individuais previstos nas nossa Constituição Federal.

Bolsonaro é denunciado em Haia por genocídio e crime contra humanidade – 26/07/2020 – UOL Notícias

O presidente Jair Bolsonaro é denunciado por crimes contra a humanidade e genocídio no Tribunal Penal Internacional, com sede em Haia. A iniciativa, protocolada na noite deste domingo, está sendo liderada por uma coalizão que representa mais de um milhão de trabalhadores da saúde no Brasil e apoiado por entidades internacionais.
— Ler em noticias.uol.com.br/colunas/jamil-chade/2020/07/26/bolsonaro-e-denunciado-no-tribunal-de-haia-por-crimes-contra-humanidade.htm

Espaço Aberto: Simão Jatene bate o martelo e anuncia que não será candidato a prefeito de Belém em novembro

O ex-governador Simão Jatene (PSDB) anunciou na última terça-feira (21), em reunião realizada no escritório do PSB, que não será candidato a prefeito de Belém nas eleições de novembro. O prefeito tucano Zenaldo Coutinho esteve presente ao encontro,
— Ler em blogdoespacoaberto.blogspot.com/2020/07/simao-jatene-bate-o-martelo-e-anuncia.html

A bancada do PV na Câmara apresentou ao Governo Federal dois requerimentos de informação relacionados a ações na Amazônia.

A bancada do PV na Câmara apresentou ao Governo Federal dois requerimentos de informação relacionados a ações na Amazônia. Nos documentos, os parlamentares questionam o uso das Forças Armadas e os resultados das operações na região, além das razões para a exoneração da coordenadora-geral de Observação da Terra do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (INPE).
— Ler em www.leandre.com.br/noticia/1575

Antiambientalismo de Bolsonaro já prejudica empresas brasileiras

O Governo Bolsonaro tem se colocado contra o ambientalismo de forma a prejudicar a economia nacional. As exportações brasileiras vem sofrendo sérias restrições em países onde a legislação obriga a seguir regras de sustentabilidade.

O desmatamento da Floresta na Amazônia tem alcançado patamares alarmantes e acendido o alerta mundial para o perigo planetário.

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/07/antiambientalismo-de-bolsonaro-ja-prejudica-empresas-brasileiras.shtml?utm_source=mail&utm_medium=social&utm_campaign=compmail

Carta aberta de instituições financeiras pelo fim do desmatamento no Brasil – 24/06/2020 – UOL Notícias

Queremos continuar a investir no Brasil e ajudar a mostrar que desenvolvimento econômico e proteção ao meio ambiente não são mutuamente excludentes. Portanto, instamos o governo do Brasil a demonstrar um compromisso claro para com a eliminação do desmatamento e a proteção dos direitos dos povos indígenas.
— Ler em noticias.uol.com.br/colunas/reinaldo-azevedo/2020/06/24/carta-aberta-de-instituicoes-financeiras-pelo-fim-do-desmatamento-no-brasil.htm

Empresa da ex-mulher de Wassef recebeu R$ 41 milhões no governo Bolsonaro – 21/06/2020 – UOL Notícias

Uma empresa ligada à ex-mulher e sócia do advogado Frederick Wassef, que defende o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), rec
— Ler em noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2020/06/21/ex-advogado-jair-bolsonaro-cristina-boner-frederick-wassef-contratos.htm

Abrahão Weintraub no BID: Um elefante em loja de cristais.

A seguir você terá a visão oficial da missão do Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, extraído diretamente da página oficial daquela instituição.

O BID deseja alcançar a “inclusão social e equidade, produtividade e inovação e integração econômica – e três temas transversais – igualdade de gênero e diversidade, mudança climática e sustentabilidade do meio ambiente, e capacidade institucional do Estado e Estado de direito”

Abrahão Weintraub, ex-ministro da educação, foi indicado pelo Brasil, digo, pelo Presidente Jair Bolsonaro para o cargo de diretor executivo deste Banco. Ocorre que Weintraub é contra tudo o que o Banco lista como sendo seu objetivo.

O ex-Ministro é racista, é contra igualdade de gênero, nega as mudanças climáticas, não aceita os parâmetros institucionais do estado de direito, tem dificuldades de entender a diversidade e a pluralidade de pensamento, nega a importância intelectual de Paulo Freire e ataca o povo chinês. Será como um elefante em uma loja de cristais.

Mesmo sabendo do histórico do Ministro o Presidente o indicou para um cargo para o qual ele não está adequado. Será mais uma desastre internacional para o nosso país e saibam que a reação contra será inevitável, com prejuízos imensos.

O BID financia muitos projetos no Brasil, inclusive é através desta instituição que o Município de Parauapebas está realizando o maior e melhor projeto de saneamento do Norte e Nordeste brasileiro, salvando corpos hídricos, incluindo o rio Parauapebas, e dando qualidade de vida para muitas pessoas.

Não se trata de ser contra ou a favor. Bastava para o Presidente ter lido a missão do BID e numa perfunctória comparação com as ideias esboçadas e saberia, sem qualquer esforço, que estava diante de água e óleo.

A caneta foi colocada nas mãos de Bolsonaro e só ele pode reverter a indicação. A nós resta torcer para que a conta que haveremos de pagar pelos cristais quebrados por este mastodonte da política bolsonarista não seja tão salgada.