Punição ao deputado Daniel Silveira e aos radicais, seja de lado estejam.

Os ministros e o próprio STF vêm sendo alvo de ataques por políticos radicais, que pregam o fim da democracia e a volta de governos ditatoriais. Na verdade, o incomodo deste grupo tem como alvo a Constituição Federal e as garantias individuas, direitos que protegem os cidadãos.

O mais novo ataque partiu do ex-ministro de Exercito, Eduardo Villas Bôas, em livro recente, conta como reuniu a cúpula das Forças Armadas para pressionou publicamente o STF, as vésperas da votação de um habeas corpus que poderia por em liberdade o ex-presidente Lula.

Esta manifestação do General Villas Bôas, incentivou o truculento deputado Daniel Silveira, que gravou mais um vídeo criminoso, ameaçando a integridade física dos ministros, defendendo a renúncia dos onze membros do Supremo Tribunal Federal, tudo em nome da imunidade e das liberdades, porém, propondo a volta do AI-5, instrumento ditatorial que fechou o STF e a Câmara dos Deputados, dando poderes pleno ao Presidente da República, que neste caso seria o capitão Jair Bolsonaro e seus militares de plantão.

O prontuário de Daniel já era o suficiente para que ele nunca tivesse assumido qualquer cargo público, principalmente de membro do Congresso Nacional.

Daniel Silveira, nascido em Petrópolis, foi Policial Militar do Rio de Janeiro entre 2012 e 2018.[1] Enquanto ainda era policial, afirmou que gostaria de atirar em um manifestante contra Bolsonaro[2] e recebeu 60 sanções disciplinares. Na sua ficha policial, consta que Daniel tinha “mau comportamento”, ficou 26 dias preso e 54 detido, além de receber 14 repreensões e duas advertências, sendo considerado inadequado para o serviço policial militar segundo boletim da polícia.[3][4] Durante o período que foi policial, cursou direito na Universidade Estácio de Sá, concluindo o curso em 2019.[1] É também professor de muay thai e defesa pessoal.[5]

O próprio deputado federal, ao ser preso, ainda gravou, sob o auspício do delegado da PF, um novo vídeo mantendo as ameaças e afirmando que já esteve preso mais de 90 vezes quando era membro da PM.

O episódio, propiciado pelo General e pelo Deputado, tira o país do foco principal, estamos em meio a uma pandemia, com mais de mil brasileiros morrendo todos os dias, com a população esperando as vacinas, o tratamento de saúde e o apoio econômico, em meio ao desemprego e ao desaquecimento, com aumento de preços de produtos da cesta básica.

Estamos pedindo socorro aos governantes e eles nos apresentam um crise institucional que custará tempo e mais dinheiro dos nossos impostos.

A crise, provocada propositalmente pelo General e pelo Deputado, já teve como desenlace a movimentação do aparato da PF para prende-lo. O Instituto Medico Legal para fazer o corpo de delito. A carceragem para recebê-lo e custear sua estada naquele equipamento. A reunião urgente dos STF para apreciar a decretação monocrática da prisão. O Judiciário para realizar a audiência de custódia. A Mesa da Câmara dos Deputados que passou um dia inteiro reunida buscando saída para crise. Ainda teremos, no Legislativo, muitas reuniões que gastam luz, água, cafezinho e salários, que ali não são baratos.

O custo e a energia gastas pelos poderes da república para um crise provocada por autoridades pagas com nosso impostos em um momento de pandemia, quando o certo a fazer é focar nas necessidades da população demonstram que precisamos de mais democracia e de instituições republicana, com regras políticas capaz de tirar do jogo aqueles que não colaboram com o avanço civilizatório.

Se o nosso sistema político funcionar e se de fato o povo tiver o poder de decidir o que é melhor pra ele e para seu país, com certeza, os militares estariam nos quartéis e cuidando da segurança de nossas fronteiras e pessoas como o mau PM Daniel Silveira teria cumprindo suas penas quando ainda era membro da corporação militar.

O deputado Silveira imita a carreira do presidente Jair Bolsonaro, que quando membro do Exercito Brasileiro, tentou ser um líder sindical violento, inclusive ameaçando explodir um reservatório de água como forma de pressão para aumentar os salários dos militares. Bolsonaro foi convidado a se retirar das Forças Armadas e teve sua ficha funcional classificada como um mau militar, mas o sistema político abriu as portas ele entrou, muito embora tenha ficado na geladeira por muitos anos, aguardando o sistema enfraquecer para seguir ocupando espaço e provocando as crises institucionais, nas quais sempre foi um mestre.

O deputado precisa ser cassado, julgado e se condenado deve, em fim, ser punido. Este recado é fundamental para que os seus colegas de radicalismo entendam o recado das instituições.

Agora, o mais importante, é preciso unir todos os democratas para por fim a esta farra dos radicais e cuidar da saúde do povo, da economia e do meio ambiente.

Por que os radicais de direita e de grupos religiosas não apoiam Edmilson Rodrigues?

Estão distribuindo, por meio de WhatsApp, o texto abaixo, como justificativa de grupos religiosos, bolsonaristas e de direita para derrubar a candidatura de Edmilson Rodrigues. Ao mesmo tempo, usam o espaço da campanha eleitoral, para guerrear ideologicamente com temas que são caros a humanidade, muitos deles já consolidados na Declaração Universal dos Direitos Humanos e na Carta de São José da Costa Rica.

O pensamento esboçado nas afirmações mentirosas, equivocadas, preconceituosas, mostram que existem hoje no país grupos trabalhando pelo retrocesso, pela barbárie e contra estes grupos deveriam se unir todos os democratas e humanistas deste país.

Vou reproduzir o texto e fazer em cada tópico, e em texto destacado, um breve comentário para orientar o nosso debate sobre o assunto. Os meus comentários estarão entre parenteses.

POR QUE EU NÃO POSSO APOIAR EDMILSON E A ESQUERDA PARA BELÉM?

Essa não é uma questão partidária, mas cultural. Está muito acima de qualquer partido ou grupo político. É uma guerra ideológica e espiritual entre a luz do cristianismo e as trevas do marxismo. (A eleição de um prefeito da capital é apenas uma questão partidária e não tem a dimensão que desejam, transformando-a em um guerra ideologica)

Todas as doutrinas vermelhas (marxismo, socialismo, comunismo, nazismo, fascismo de esquerda…) são inimigas declaradas da fé CRISTÃ, e sua implantação foi responsável pela perseguição e morte de cerca de 100 milhões de pessoas. (Fizeram uma salada de doutrinas, confundindo propositalmente marxismo, socialismo, comunismo que são de esquerda, com nazismo, fascismo que são de direita. Também confundem as doutrinas de esquerda com regimes totalitários)

Nos últimos 13 anos que o PT e a esquerda governou o BRASIL, vimos um investimento fortíssimo contra os nossos valores éticos, morais, políticos, econômicos, sociais e religiosos. (não foi o PT que investiu para mudar valores, a sociedade brasileira é que não aceita machismo, racismo, homofobia, desigualdade social e econômica…)

Os principais motivos para reprovarmos Edmilson e a ESQUERDA de modo geral, incluindo PSOL, PSTU, PCO, PCdoB, PSDB, PV, PSB, etc) são: (O PV nunca foi de esquerda, a própria esquerda tradicional o repele por ser uma ideologia nova e ligada ao ecologismo)
• Aborto (é um problema social grave e que precisa ser tratado adequadamente, sem ser confundido com atentado contra a vida)
• Ideologia de gênero – (A sociedade e não a esquerda luta pela igualdade de gênero, que querem confundir com ideologia de gênero por não aceitar as mudanças que tanto se reclama)
• Liberação das drogas – (a política de drogas baseada na criminalização e na prisão, copiada pelo Brasil dos EUA, não deu certo. Enchemos as prisões de pobres e negros pobres e alimentamos a industria do tráfico. Na última eleição americana, vários estados liberaram maconhas e até outras drogas mais pesadas)
• Censura da imprensa – ( esquerda e os progressistas são amantes da imprensa livre, quem fez e faz censura são governos autoritários. A imprensa livre é garantida pela nossa Constituição Federal e quem vem atentando contra é direita)
• Cerceamento da liberdade de expressão – (A liberdade de expressão consta da Declaração Universal dos Direitos Humanos, da Carta de Sâo José da Costa Rica e do art. 5º da nossa Carta Magna)
• Perseguição religiosa – (a perseguição religiosa no Brasil é um fenômeno que vem acompanhado de grupos neo-pentecostais, quem mais tem sofrido ataques são os afroreligiosos. Lembrando que já tivemos templos católicos e imagens atacadas por fanáticos desta recentes seitas)
• Controle da internet – (No Brasil tem o marco regulatória da internet, que foi aprovado no Governo do PT.)
• Feminismo – (Está é uma bandeira justa, consta dos princípios programáticos do PV e de outras partidos, mas que deve ser universalizado, por ser de fundamental importância para termos uma sociedade justa)
• Militância homossexualista – (Não exite militância homossexualismo, o que existe é a luta das comunidades LGBTIQ+ por respeito a orientação sexual. O que se deseja é respeito)
• Corrupção – (O combate a corrupção sempre foi bandeira de todos os partidos progressistas, por se tratar de preservar todo o recurso público para obras pública em prol de todos. Aqui temos uma contradição quanto aos fatos. O recente combate a corrupção, preconizado pela Operação Lava jato, funcionou e apurou nos governos do PT, mas enfraqueceu e vem sendo esvaziado no Governo de Presidente Jair Bolsonaro, por quê)
• Alta carga tributária – (A reforma tributária justa, é uma bandeira das esquerdas e dos progressistas, mas não sai do papel, justamente porque as forças de direita, ligadas as grandes fortunas, lutam contra, fazendo com que a enorme carga tributária recaía sobre as costas da media e pequena empresa e dos assalariados, principalmente os de classe média.)
• Estatização – (O serviço público mostrou-se como fundamental durante a pandemia, derrotando as teses dos liberais. Enquanto o SUS salvou vidas, a empresa de energia privada deu um enorme apagão no Amapá)
• Alianças com ditaduras como Cuba e Venezuela – (Este é um erro de muitos partido de esquerda brasileiro, mas que não justifica o voto contrário ao candidato do PSOL)
• Promoção de ódio e luta de classes – (A promoção do ódio vem sendo feita por grupos de direita extremistas, mas a luta de classe sempre foi pregada por alguns dos partidos mais a esquerda, porém nada tem a ver com a promoção do ódio, são coisas diferentes)
• Incentivo à prostituição – (Nem um partido de esquerda incentiva a prostituição, até porque esta é uma das atividade humanas mais antigas do mundo. O que incentiva a prostituição é a pobreza, a desigualdade e o capitalismo. O avanço civilizatório diz que devemos ter respeito, além de combater as causas)
• Enfraquecimento das Forças Armadas – (As Forças Armadas são um patrimônio de qualquer nação, mas devem exercer função de estado, na proteção da soberania nacional)
• Populismo e assistencialismo – (Existem populistas e assistencialistas de todas as matizes ideológicas)
• Violação de propriedade privada – (propriedade privada é protegida pela nossa Carta Constitucional)
• Ataques ao conceito bíblico de família – (O conceito de família que está na Bíblia não é aquele que algumas denominações religiosas tentam defender com o verdadeiro e vindo de Deus)
• Intromissão do Estado no governo familiar – (O Estado é uma ficção jurídica criada para promover a paz, porém exite sim uma tendência do Estado em ampliar sempre seu poder avançando sobre as liberdades individuais e até coletivas, mas é um equivoco atribuir as esquerdas este fenômeno)
• Concentração de poder – (descentralização e poder popular é o que pregam as ideologias que aqui são atacadas. Concentração de Poder é típica de governos autoritários)
• Desarmamento civil – (O debate sobre armar a sociedade para que ela se proteja contra o Estado é um debate recém levantado pelo Presidente Jair Bolsonaro. O estatuto do desarmamento é correto e deve ser defendido por todos os amantes da paz social)
• Doutrinação em escolas e universidades – (esta foi uma grande mentira para desacreditar os centros de produção de conhecimento)
• Entre outros

Denunciar e se opor a todas essas monstruosidades é missão de todo CRISTÃO. (Não é essa missão dos cristãos, pelo menos não foi o que pregou Jesus Cristo)

Além disso, são os mais pobres que mais estão sofrendo com a recessão, a volta da inflação, o desemprego e os serviços públicos precários. (Aqui eu concordo, mas afirmo que estes grupos de direita, que atacam as propostas mais avançadas da política nacional defendem os mais ricos)

Oremos para que Deus livre Belém dessa revolução da COMUNISTA. (mesmo que Edmilson desejasse, não é possível fazer, a partir do cargo de prefeito, uma revolução comunista, digo que no máximo dá para melhorar alguns serviços básicos, isto se administrar bem e com captação de recuros)

Aconselho, por fim, a leitura de todos tratados de direitos humanos e suas normas correlatas, para que nunca se retroceda neste avanços conquistas pela humanidade. Direitos Humanos